FUNCEB ITINERANTE 2014 promove encontros em sete cidades da Bahia

15 abr

Pelo terceiro ano, comitiva formada pelos dirigentes da Fundação Cultural do Estado da Bahia visita municípios do interior baiano para discutir políticas públicas para as Artes

Imagem

Pelo quarto ano consecutivo, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), realiza o FUNCEB ITINERANTE, projeto prioritário que fortalece a diretriz de territorialização nas políticas públicas para as artes no estado. A iniciativa reúne os dirigentes da FUNCEB para visitar territórios baianos, promovendo encontros com o objetivo de estabelecer contato com realidades distintas para a discussão e concepção das ações para as Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro. A viagem, que este ano dura 13 dias, vai passar por Feira de Santana, no Portal do Sertão (3/5); Pintadas, na Bacia do Jacuípe (4/5); Juazeiro, no Sertão do São Francisco (6/5); Irecê, no território de mesmo nome (8/5); Ibotirama, no Velho Chico (10/5); Caetité, no Sertão Produtivo (12/5); e Amargosa, no Vale do Jiquiriçá (14/5).

Com esta lista, o FUNCEB ITINERANTE completa a sua intenção de ter alcançado, ao longo do quadriênio da gestão, todos os 27 territórios de identidade da Bahia, incluindo a presença da sede da FUNCEB no território Metropolitano de Salvador. Terão sido mais de 10 mil quilômetros rodados para o contato direto com mais de mil cidadãos nas reuniões, além de visitas a espaços culturais e locais representativos para a cultura de cada região, bem como conversas com artistas, gestores e gente que faz a produção cultural do interior da Bahia ser rica, diversa, viva, atuante. Assim como aconteceu nos últimos dois anos, um blog registrará o diário de bordo da itinerância, com as experiências vividas e em busca de contribuir para a divulgação destes múltiplos cenários: www.fundacaocultural.ba.gov.br/funcebitinerante.
A equipe que integra a comitiva é formada pela diretora geral da FUNCEB, Nehle Franke; a diretora das Artes, Lia Silveira; a coordenadora de Artes Visuais, Elaine Pinho; a coordenadora de Circo, Vika Mennezes; o coordenador de Dança, Matias Santiago; a coordenadora de Literatura, Milena Britto; o coordenador de Música, Cassio Nobre; a coordenadora de Teatro, Maria Marighella; a assessora de Audiovisual e coordenadora do Bahia Film Commission, Alessandra Pastore; o assessor de Relações Institucionais, Kuka Matos; além de assessores técnicos.
Todos eles se farão presentes nos encontros em cada município, que são abertos ao público, e acontecem durante todo o dia (ver horários no serviço abaixo). Em articulação com representantes territoriais da SecultBA presentes em todo o estado e dirigentes locais, a atividade intenciona atrair às cidades visitadas cidadãos de todo seu entorno: artistas, produtores, gestores, professores, pesquisadores, multiplicadores, estudantes e demais profissionais e pessoas interessadas nas Artes. A realização do projeto conta ainda com apoio das prefeituras municipais das cidades envolvidas e da Diretoria de Espaços Culturais da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult/SecultBA).
Além de pautar as linguagens artísticas e as ações realizadas pela FUNCEB, inclusive com uma pretensão devolutiva do que foi feito nos últimos anos, os encontros visam a estimular a organização dos setores artísticos, fomentar o debate, ouvir a sociedade em relação às demandas para as linguagens artísticas e promover a articulação com agentes, grupos e instituições culturais do interior da Bahia. O FUNCEB ITINERANTE 2014 tem ainda o intuito de mobilizar os cidadãos para as eleições do segundo mandato, do biênio de 2015-2016, dos Colegiados Setoriais das Artes da Bahia, cuja consolidação é um dos desdobramentos mais relevantes do projeto.
Histórico do FUNCEB ITINERANTE – Na 1ª edição, entre agosto e setembro de 2011, foram visitadas as cidades de Alagoinhas (Litoral Norte-Agreste Baiano), Senhor do Bonfim (Piemonte Norte do Itapicuru), Itaberaba (Piemonte do Paraguaçu), Barreiras (Oeste Baiano), Vitória da Conquista (Vitória da Conquista) e Ilhéus (Litoral Sul). Na 2ª edição, em junho de 2012, a passagem foi por Teixeira de Freitas (Extremo Sul), Jequié (Médio Rio das Contas), Santa Maria da Vitória (Bacia do Rio Corrente), Seabra (Chapada Diamantina), Euclides da Cunha (Semiárido Nordeste II) e Cruz das Almas (Recôncavo). Já na 3ª edição, entre maio e junho de 2013, Valença (Baixo Sul), Porto Seguro (Costa do Descobrimento), Itapetinga (Médio Sudoeste), Macaúbas (Bacia do Paramirim), Jacobina (Piemonte da Diamantina), Paulo Afonso (Itaparica BA/PE) e Serrinha (Sisal) foram as sedes dos encontros.
A partir do que foi apreendido nesta circulação, o planejamento de ações da FUNCEB vem buscando dar retornos às demandas existentes. Dentre os reflexos deste processo, está o edital Calendário das Artes, atendendo ao pleito de instituir um mecanismo de apoio com premissas de territorialização da distribuição de recursos. Outro desdobramento fundamental ocorreu a partir da edição de 2012, quando o FUNCEB ITINERANTE permitiu a eleição de membros para composição dos Grupos de Articulação Setorial (GAS), que, com representantes de toda a Bahia, deram andamento ao processo de formação dos Colegiados Setoriais das Artes da Bahia, posteriormente instituídos em dezembro de 2012. Assim, a ação contribuiu decisivamente para que se concretizasse este feito inédito na institucionalização da Cultura no estado.
 
FUNCEB ITINERANTE 2014
03/05 (sábado): FEIRA DE SANTANA
Centro de Cultura Amélio Amorim, 10h às 18h
04/05 (domingo): PINTADAS
Colégio Estadual Normal de Pintadas, 9h às 18h
06/05 (terça-feira): JUAZEIRO
Centro de Cultura João Gilberto, 10h às 18h
08/05 (quinta-feira): IRECÊ
Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, 9h às 18h
10/05 (sábado): IBOTIRAMA
Centro Territorial de Educação Profissional, 9h às 18h
12/05 (segunda-feira): CAETITÉ
Casa Anísio Teixeira, 9h às 18h
14/05 (quarta-feira): AMARGOSA
Centro de Formação de Professores/UFRB, 9h às 18h
Credenciamento: Meia hora antes do início das atividades
Intervalo para almoço: 12h às 14h
Aberto ao público
Realização: Dirart/ FUNCEB/ SecultBA

3ª Bienal da Bahia começa nesta quarta-feira no Teatro Vila Velha

15 abr

Imagem

A Universidade Livre do Teatro Vila Velha (TVV) faz apresentação do ‘Experimento 2.1’, nesta quarta-feira (16), às 18h, no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), dando início à sua participação na 3ª Bienal da Bahia 2014. A entrada é franca, até atingir a lotação do casarão do MAM, que tem capacidade máxima de 300 pessoas.

A encenação é voltada para o universo do autor teatral inglês William Shakespeare, a partir de ‘Hamlet’. Contempla ainda os 50 anos do Vila – comemorados em 2014 – e à 3ª Bienal da Bahia, que rememora as bienais baianas de 1966 e 1968, esta última interrompida pela ditadura civil e militar (que também completou 50 anos em 1º de abril), com confisco de obras de arte e prisão de artistas.

O grupo do TVV utilizará como palco a escada do Solar do Unhão, criada pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, e inspirada nas rodas das antigas carroças de madeira puxadas por bois. Lina foi responsável também pela reforma do complexo arquitetônico do Unhão na década de 1960 e a concepção do museu popular, depois transformado em MAM. O grupo realiza mensalmente cenas em processo para pesquisar montagens de seus espetáculos. Em 2013 foram apresentados seis ‘Experimentos’ baseados na obra ‘Frankenstein’, de Mary Shelley.

De acordo com o diretor artístico do TVV, Marcio Meirelles, os 50 anos do Vila provocou uma reflexão sobre o momento atual a partir das memórias do teatro, “da mesma forma como faz agora a 3ª Bienal, que está trabalhando com as memórias da década de 1960 nas artes, reencenando as memórias das outras duas bienais baianas (1966 e 1968)”.]

SERVIÇO:
O que: ‘Experimento 2.1’ – Universidade Livre do Teatro Vila Velha
Onde: casarão do MAM, Solar do Unhão, Avenida Contorno s/nº, Salvador, Bahia
Quando: 16/04, quarta-feira, às 18h
Informações: http://www.bienaldabahia2014.com.br

Cine Teatro Solar Boa Vista recebe o Festival Internacional Vivadança

15 abr

mkt_programacao-10-em-03-04

 

Começa nesta quinta-feira, 17, o Festival Internacional Vivadança no Cine Teatro Solar Boa Vista. O  projeto acontece anualmente e é realizado pela Baobá Produções Artísticas. Ocorre durante todo mês de abril, em Salvador e Camaçari, Bahia e em Belo Horizonte, Minas Gerais. O mês em que o projeto está inserido é comemorado o Dia Internacional da Dança, instituído pela UNESCO. Neste ano o projeto chega em sua oitava edição, apresentando em sua grade de atração programação internacional e nacional, Mostra Casa Aberta, Mostra Hip-Hop em Movimento, Circuito Infantil, Cinemateca VIVADANÇA, exposição, oficinas, e encontros de Intercâmbio artísticos.

 

SERVIÇO
Festival Internacional Vivadança | Solar
Onde: Cine Teatro Solar Boa Vista
Quando: Dia 17 de abril às 14h
Quanto: Gratuito

Ministério da Cultura apresenta Vale-Cultura em Salvador

14 abr

Imagem

Na próxima terça-feira (15/04), Salvador recebe o primeiro evento público de apresentação do Vale-Cultura a ser realizado no Nordeste. O debate conta com a participação do diretor de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, Odecir Prata; do secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim; e do presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro. O evento, que prescindi de inscrição, acontece às 19 horas no Hotel Matiz (Rua Doutor José Peroba, 244 – Stiep, Salvador).

Uma realização da Representação Regional do Ministério da Cultura na Bahia e Sergipe e da Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Bahia (ABRH-BA) – em parceria com o Hotel Matiz –, o encontro deve reunir empresários, profissionais de RH, representantes de segmentos da economia, produtores e empreendedores culturais.

O Vale-Cultura é um benefício de R$ 50 mensais para o trabalhador que tenha seus direitos regidos pela CLT e que ganhe até cinco salários mínimos. A estimativa é que ele beneficie 42 milhões de trabalhadores, desde que o empregador tenha feito adesão ao programa. Segundo previsão do Ministério da Cultura, o potencial de investimentos na cadeira produtiva do setor cultural é R$ 25 bilhões.

Até 1º de abril de 2014, 1682 empresas no Brasil já realizaram inscrição como beneficiárias do programa. Isso significa que 509.471 funcionários poderão ser contemplados com o benefício. Na Bahia, 75 empresas são beneficiarias e 7.295 funcionários estão cadastrados para receber o cartão.

Criado através da Lei Nº 12.761, de 27 de dezembro de 2012, e regulamentado por meio de decreto presidencial em agosto de 2013, o Vale-Cultura está sob a gestão do Ministério da Cultura.

O evento conta com apoio institucional da SECULT-BA/Governo do Estado da Bahia; da Fundação Gregório de Matos/Prefeitura de Salvador e da ABRH Nacional; além da parceria do Hotel Matiz e dos apoios do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia - IRDEB e da Cardim Projetos e Soluções Integradas.

SERVIÇO
Vale-Cultura: Valorização do trabalhador, ganhos para as organizações e impacto econômico no Estado e Município
 
Quando: 15 de abril de 2014
Onde: Hotel Matiz – Rua Doutor José Peroba, 244 – Stiep, Salvador – BA / (71) 3617-3300
Programação:
18h30 – 18h50 – Credenciamento pelo site www.abrhba.org.br até o dia 14/04 ou no próprio local
19h às 21h30 – Painel // Vale-Cultura
Entrada gratuita | Número de vagas limitadas
Contato Regional MinC Bahia e Sergipe: (71) 3417-6915/16/18
 
Informações para imprensa:
Representação Regional | Janaina Rocha (Coordenação) | (71) 9248-6770 | janaina.rocha@cultura.gov.br | Carolina Filgueiras | (71) 3417-6915 | mincbahia@gmail.com
Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura | Stéfane Maia Rech (Coordenadora de Comunicação) | (61) 9621-0806

 

Começa hoje a Oficina Corpo e Memória nos Signos Poéticos no Espaço Xisto

14 abr

Imagem
A oficina integra parte da ação de contrapartida do projeto “Latinografias de Sul a Norte – Laboratório Âmbar México 2014″, aprovado no edital de Mobilidade e Intercâmbio da Funceb/Secult e tem como objetivo compartilhar os processos e tecnicas apreendidos durante a capacitação no México, bem como intercambiar a experiência vivida. Serão abordadas práticas que envolvem o reconhecimento do corpo como signo poético polissêmico, investigação da memória dos objetos, circulo de atenção, prática de meditação ativa, propriocepção do quadril e dos centros de força, construção de células poéticas entre outros.

As aulas serão ministradas por membros dos grupos Panacéia Delirante e Via Palco e serão gratuitas e direcionadas ao público em geral, sem nenhuma restrição. Com total de 16h divididas em 4 dias de prática e com entrega de certificados ao final. Serão disponibilizadas 20 vagas aos interessados.

 

SERVIÇO
Onde: Espaço Xisto Bahia
Quando: 12 a 17 de abril de 8h às 13h
Quanto: Gratuito
Inscrições através de formulário neste link: https://docs.google.com/forms/d/1eN4DvS3PzhOrIKvo-47rvdr78uDgwtM03sN9kyYf9hA/viewform

“Exú, a Boca do Universo” segue em temporada no Sesc Pelourinho e no Centro Cultural Plataforma

11 abr

exu-irradia-tca1

Após estrear no Vão Livre do TCA, a nova montagem do grupo NATA – Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas, vencedor da edição 2013 do Edital TCA.NÚCLEO, circula por outros espaços culturais da capital baiana. A peça narra sem compromisso cronológico momentos em que Exu se mostra diferente daquilo que tanto se pregou na cultura ocidental sobre o orixá que rege a comunicação e a liberdade no candomblé. Exu, em suas várias facetas, se mostra no espetáculo como alguém que valoriza o movimento da vida, do falar ao agir, do pensar ao sentir.

12/04 – Exu, a Boca do Universo

Em abril, o Pelourinho recebe “Exu, A Boca do Universo” Sesc Pelourinho, neste sábado, 12, e Centro Cultural Plataforma, no dia 13. A programação faz parte do “Irradia.TCA”, projeto que integra o edital “TCA.Núcleo”.
SERVIÇO
Evento: Exú, a Boca do Universo
Onde: Arena do Teatro Sesc-Senac Pelourinho
Quando: 12/04, às 18h
Quanto: Entrada franca (os ingressos poderão ser retirados no dia do espetáculo, a partir das 14h).
Classificação: 18 anos

Espetáculos Delírios Refletidos, inspirado em conto de Guimarães Rosa estreia em Salvador

10 abr

10150775_671836262863735_6498991020745327175_n
A peça Delírios Refletidos estreia no Teatro Solar Boa Vista nesta quinta-feira (10), em Salvador. O espetáculo se inspira e utiliza técnicas circenses, partindo de uma pesquisa artística que envolve as intersecções entre esta linguagem e as linguagens da dança e do teatro. Deste modo, os aparelhos circenses são conceitualmente desconstruídos, sendo reinventados a partir de outras abordagens. O escritor brasileiro Guimarães Rosa foi o principal inspirador para a construção do conto no qual o autor divaga filosoficamente, sobre o espelho, fazendo-nos relembrar deste objeto intrigante com suas diversas propostas metafóricas. A escolha se deve também pelas aproximações do tema com o circo no que concerne às suas possibilidades de interseções de planos, de diluições das fronteiras entre realidade e ilusão.
Serviço

Delírios Refletidos

Quando: 10 a 13 de abril de 2014

Onde: Cine Teatro Solar Boa Vista, em Brotas

Horário: 20h

Quanto: R$6,00 (inteira) / R$ 3,00 (meia)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.792 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: