Paulinho Boca canta a história da música da Bahia em Alagados

28 jul

Último show da série acontece nesta terça, a partir das 16h

10502090_699143100134056_3882728425052440473_n

Uma história de sucesso. Pode-se dizer da música da Bahia, sem dúvidas; pode-se também dizer da “História da Música na Bahia”, performance em forma de bate-papo musical, conduzida por Paulinho Boca, que chega ao fim nesta terça-feira, 29 de julho. O Espaço Cultural Alagados é o palco da derradeira apresentação, a décima quarta de uma mini turnê que começou em maio e visitou 14 centros de cultura ligados à Diretoria de Espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

O show começa às 16h, e integra a “Terça Cultural”, projeto continuado que acontece mensalmente naquele espaço. A circulação do espetáculo foi patrocinada pela SecultBA, dentro do Programa de Dinamização dos Espaços Culturais – Ocupe Seu Espaço. Foram 5 espaços em Salvador, além de mais 9 cidades: Santo Amaro, Mutuípe, Porto Seguro, Feira de Santana, Juazeiro, Alagoinhas, Juazeiro, Lauro de Freitas e Feira de Santana. O sucesso foi grande em todas as cidades, com uma bela aclamação tanto do público como de representantes da imprensa, artistas e poder público nesses locais.

O show

O Bate-papo musicado é idealizado e apresentado por Paulinho Boca e mostra a origem, a mistura de raças, o pioneirismo da Bahia na música popular brasileira, o começo, os primeiros artistas baianos a conquistar o Brasil, os momentos e movimentos marcantes. Batuques, Lundus, Chulas, Sambas, Samba de Roda, Bossa Nova, Tropicália, Rock n’ Roll, Forró, Axé Music, Pagode, Arrocha… Toda a trajetória desta produção musical é apresentada em uma seleção de canções de sucesso, que marcaram a história da música feita na Bahia e ajuda a entender um pouco mais quem é esse povo.

A História da Música na Bahia

- Bate-papo Musical com Paulinho Boca de Cantor

Espaço Cultural Alagados

Terça Cultural - 29 de julho > 16h

GRATUITO

Mostra cinematográfica retrata o nordeste e valoriza cineclubes da Bahia

28 jul

Boi-Aruá-1024x576

A atividade integra a programação da 3ª Bienal da Bahia, reunindo filmes nacionais e internacionais relacionados ao tema central, “É Tudo Nordeste?”

Espaços culturais da capital baiana e do interior estão na programação do Cinema Yemanjá – Mostra de Cinema da 3ª Bienal da Bahia. A mostra reúne filmes nacionais e internacionais divididos pelos temas propostos pelo projeto curatorial do evento. O público tem acesso gratuito à programação, que se estenderá ao longo da duração da bienal, com datas e horários diferenciados por cidade. A Bienal é uma realização da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia/ SecultBA.

As produções circularão em diferentes espaços e com mediação de cineclubistas de cada cidade/centro cultural. A ideia é valorizar o trabalho dos cineclubes, que existem na Bahia desde os anos 1950 sempre com a proposta de formação de plateia e de estímulo ao senso crítico do público em relação à arte cinematográfica.

Confira os locais de exibição: http://ow.ly/zFTM2

SecultBA dinamiza programação de dois espaços culturais em Pirajá e no Subúrbio

25 jul

Centro-de-Cultura-e-Cidadania-de-Pirajá_Foto-SecomBA

Como primeira ação, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia realizará uma Formação para Agentes Culturais atuantes no Parque São Bartolomeu, a partir de 26 de julho

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da sua Diretoria de Espaços Culturais (DEC), passa a ser responsável pela dinamização da programação cultural de mais dois espaços, além dos 17 equipamentos já administrados pela SecultBA na capital e no interior do estado. Situados nos “portais” de acesso ao Parque São Bartolomeu, o Centro de Cultura e Cidadania de Pirajá, já em funcionamento desde o dia 12 de junho deste ano, e o Centro de Referência do Parque São Bartolomeu, no Subúrbio – este com abertura prevista para o próximo mês de agosto, contarão com atividades de produção e difusão cultural, além de apoio ao desenvolvimento de ações formativas no campo da cultura, da cidadania e da valorização da cultura local.

O Governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia – CONDER (que ficará responsável pela administração dos espaços), é responsável pelas obras de revitalização do Parque São Bartolomeu. Graças às intervenções, os visitantes contarão com um serviço de criação, intercâmbio e qualificação de criadores culturais. “Com esses dois novos espaços, vamos estimular ainda mais o potencial criativo de artistas e grupos do estado da Bahia”, garante o diretor de Espaços Culturais da SecultBA, Chicco Assis.

Formação de Agentes Culturais

Para aproximar ainda mais a relação da SecultBA com a comunidade no entorno do Parque, será realizada uma atividade gratuita a partir do  próximo sábado, dia 26, voltada para artistas e agentes culturais vinculados a grupos e instituições da região do Parque São Bartolomeu.

Chicco Assis explica que, como resultado, esta Formação propõe a realização do Mapeamento de manifestações, grupos, instituições e outros atores culturais da região do Parque. “Além disso, iremos estimular os participantes a planejar, organizar e realizar o I Festival de Arte e Cultura do Parque São Bartolomeu”, completa.

Ao todo, serão disponibilizadas 50 vagas. A inscrição pode ser feita no Centro de Cultura e Cidadania de Pirajá ou pelo blog: www.formacaoagentesculturaissaobartolomeu.blogspot.com.br. Mais informações: (71) 3391-5553.

Bienal da Bahia promove Bate Papo na Laje neste sábado (26)

24 jul

Acervo-da-laje-3-1024x682

 

Acervo da Laje, localizado no bairro de Plataforma e um dos espaços expositivos da 3ª Bienal da Bahia – evento promovido pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA) – sedia no próximo sábado, 26 de julho, às 14 horas, o debate “Bate Papo na Laje”. O tema central do evento é “A arte do subúrbio: linguagens e desafios”, contando com a participação do diretor do Museu de Arte Moderna e curador chefe da Bienal, Marcelo Rezende, da produtora cultural Jordana Feitosa e de José Eduardo Ferreira, curador do Acervo da Laje.

No espaço, encontram-se peças criadas por autores do Subúrbio Ferroviário de Salvador (SFS). São pinturas, imagens, esculturas feitas com palha, cerâmica, brinquedos, entre outras peças. A mostra fica até o dia 07 de setembro, toda segunda, quarta, sexta, sábado e domingo, das 9h às 17h, com entrada franca.

O acervo organizado pelo educador José Eduardo Ferreira integra o Museu Imaginário do Nordeste, Departamento do Saber Universal, Seção Psicologia do Testemunho. O projeto atua como uma espécie de museu que reúne obras de artistas invisíveis da periferia de Salvador, sobretudo do Subúrbio Ferroviário. Além disso, conta também com uma obra do artista argentino radicado em Salvador Reynaldo Eckenberger.

“A periferia produz a beleza e a alegria do mundo”, afirma José Eduardo Ferreira. Autor de livros como Novos Alagados: Histórias do Povo e do Lugar e Travessias: a Adolescência em Novos Alagados, ele explica que o Acervo da Laje tem como proposta social a reconstrução do mosaico simbólico da periferia de Salvador, restituindo dignidade, cultura, acesso às obras de arte e à beleza, envolvendo lugares como Alto do Cabrito, Coutos, Periperi, Novos Alagados, Coutos, Ribeira e Pirajá.

SERVIÇO:

Bate Papo na Laje

Quando: 26 de julho, 14 horas

Onde: Acervo da Laje (Rua Nova Esperança, 34-E, São João do Cabrito – Plataforma, Salvador).

Entrada franca

Últimos dias para indicações de candidatos à Comenda do Mérito Cultural

23 jul

Pessoas físicas e jurídicas têm até o dia 31 para indicar personalidades e instituições que prestaram contribuições relevantes para a cultura da Bahia 

O prazo para indicações de órgãos e entidades públicas e privadas, estaduais, nacionais ou estrangeiras a serem homenageadas com a Comenda do Mérito Cultural segue até odia 31 deste mês. A distinção tem como objetivo homenagear personalidades que prestaram relevantes contribuições para a cultura da Bahia, e foi instituída pelo Governo da Estado através do decreto nº 14. 917, de 08 de janeiro de 2014, no âmbito da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). Para indicar seus candidatos, a sociedade – pessoas físicas ou jurídicas – devem preencher o formulário com dados e breve histórico do(a) indicado(a), disponível no site www.cultura.ba.gov.br.

Excepcionalmente, neste primeiro ano, serão concedidas 30 comendas, sendo dez em cada uma das três classes divididas em Júnior, Sênior e Póstuma. As comendas da primeira categoria destinam-se a personalidades ou instituições em ascensão no cenário cultural. As da segunda contemplam nomes já consolidados e de relevância incontestável para a cultura baiana. As da classe póstuma deverão ser entregues aos sucessores diretos dos agraciados, sendo um reconhecimento da atuação em prol da cultura baiana de alguém já falecido. A partir do segundo ano, serão concedidas 15 comendas, sendo cinco em cada uma das classes.

O secretário estadual de Cultura, Albino Rubim, explica que, da mesma forma que o Governo Federal dispõe da Ordem do Mérito Cultural para homenagear personalidades e instituições relevantes para o campo da cultura no Brasil, a Bahia passa agora a dispor da Comenda do Mérito Cultural. “No nosso estado, a escolha dos homenageados não será apenas realizada pelo poder público. Asociedade terá participação garantida na indicação daspersonalidades e instituições que construíram e promoveram a nossa Cultura”, afirma.

Os atos de concessão da Comenda do Mérito Cultural são administrados por uma Comissão formada pelo secretário Estadual de Cultura e mais 15 membros representantes das seguintes instituições: Associação Baiana de Imprensa, Academia de Ciências da Bahia, Academia de Letras da Bahia, Centro de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA, Conselho Estadual de Cultura, Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia, Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, Sindicato dos Artistas e Técnicos em Diversões do Estado da Bahia, Superintendência de Promoção Cultural da SecultBA, Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura da SecultBA, um representante das universidades estaduais da Bahia e um representante das instituições federais de ensino superior da Bahia.

A entrega das insígnias e diplomas deve acontecer uma vez por ano em ato solene, preferencialmente na data simbólica do dia 05 de novembro, quando se comemora o Dia Nacional da Cultura.

Confira a programação do Solar!

23 jul

julhosolar_programac3a7c3a3o_web1

Dentro da programação Julho + SOLAR o Cine Teatro Solar Boa Vista estreia a 1ª Semana da Mulher Negra de 19 a 25 de julho. Celebrando o dia 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, a programação conta com uma grade de atividades e eventos para refletir e enaltecer todas as mulheres negras latino-americanas e caribenhas.  Hoje, dia 23, é aberta a exposição e exibição do documentário “Pedra da Memória de Renata Amaral – Diálogos BRASIL BENIN”, às 19h.

Cine Teatro Lauro de Freitas recebe o espetáculo Pisit Mota Por Umas e Por Outras

23 jul

Cartaz-Lauro-de-Freitas

Pisit Mota segue viagem pela região metropolitana de Salvador e chega em Lauro de Freitas.

O espetáculo teatral Por Umas e Por Outras, chega ao Cine Teatro Lauro de Freitas nos dias 02 e 03 de agosto. Escrito e dirigido pelo próprio ator, Pisit Mota, Por Umas e Por Outras tem duração de 80 minutos e já foi conferido por mais de 15 mil expectadores mesclando stand upcomedy, intervenções de áudio e vídeos produzidos para a internet, em parceria com a +1! Filmes, que já somam mais de 50 milhões de visualizações.

Através destes recursos o artista imprime seu humor e irreverência sobre as principais questões sociais e culturais presentes em nossas vidas. Partindo deste pensamento o ator insere no universo do palco questões como a homofobia e o preconceito social, a violência cultural e psicológica acometida pelo caos social urbano.

Serviço:

Pisit Mota Por Umas e Por Outras

Data: 02 e 03 de agosto, às 20h

Local: Cine Teatro Lauro de Freitas – (71) 3288-8350

Ingressos: R$10,00 (meia) / R$20,00 (inteira)

Classificação: 16 anos

Quer fazer coisa boa essa semana? Confira a programação do Xisto

22 jul

Ode à Loucura – Cia Mote de Teatro

Até 27 de Julho
Quinta-feira – 20h (pré-estreia)
Sexta a Sábado – 20h / Domingo – 19h
R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia)

53c3ef9b024ef3.83271075

Ode à Loucura se encontra entre os espetáculos que não podem ser medidos pela regra. O desconcerto e a instabilidade instauram a concepção que se baseia no seguinte tema: Cidadãos que depois de amargar anos num manicômio judiciário, estão definitivamente considerados aptos para viver em sociedade. É a última noite deles. Como estarão, quem são?  O ato de questionar a sua posição no mundo e a diferença entre eles e os ditos normais, toma de uma forma bem humorada o palco do teatro. Onde se encontra o manicômio? Num tribunal, numa sala de cinema ou numa aula de filosofia? O espetáculo passa longe do diagnóstico feito pela ciência, porém passa muito perto das humanidades e da função social de cada indivíduo.

Ficha Técnica: Texto e Direção: Lucas Passos de Morais. Elenco: Alberto Abreu ; Diva Kardoso; Fernanda Cristall; Filipe Dias ; Luana Vieira ; Karla Koimbra ; Marcos Sampaio e Yuri Rebouças.


 

BARRINHO, o menino de barro
19 de Julho a 31 de Agosto
Sábados e Domingos – 16h
R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia)

webflyer-calendario-das-artes-2014

Brincando com o barro, um menino cria um boneco a sua imagem e semelhança, apelidado de “Barrinho”, que se torna o seu brinquedo mais querido. Em uma noite de lua cheia, porém, o menino deseja profundamente uma companhia, alguém com quem possa conversar. Olha para o céu e pede um irmão. Nesse momento,Barrinho ganha vida e começa a falar. Barrinho fala sobre comportamentos humanos, dá exemplos, faz reflexões sobre a vida. Ele faz e canta musicas, fala do barro, do trabalho manual. É da terra, do barro, que temos as casas de pau a pique, os vasos e jarros de barro, as moringas.


III BIENAL DA BAHIA – Mostra de Videodança
21 de Julho
Segunda – 19h
$ gratuito

Realização da Mostra de Videodanças da III Bienal da Bahia. Tal atividade diz respeito a uma parceria entre a Bienal e a Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia através da exibição pública de videodanças cedidos pelo Acervo Mariposa. As obras a serem apresentadas serão curadas através dos temas propostos pela III Bienal da Bahia.


PRA FALAR DO AMOR – Show de Taii Lopez
24 de Julho
Quinta-feira – 20h
R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,50 (meia)

tai

Amor. Imagine o amor. Ele pode ter muitas formas, cores, sabores diferentes, aromas diversos, ritmos variados e muitas histórias. Histórias em preto e branco, coloridas, registradas em imagens, ditas em poesias, gravadas em canções. Amar. Sentimento. Corpo. “Pra Falar Do Amor” mergulha neste universo grandioso do amor, do amar. E expõe em versos, canções, texturas e tons diferentes, o simples ato de amar e dizer o amor. Seja numa canção de ninar ou simplesmente no silêncio da foto, lá estará ele na sensação do momento.

Este projeto busca através da música, em consonância com outras linguagens artísticas (dança, performance, instalação e fotografia), ilustrar as
várias formas do amar . O projeto é realizado pela dançarina/cantora Taii Lopez,
artista com vasta experiência no trabalho de voz e corpo. Independente, possui experiência profissional como dançarina intérprete e criadora, atuando no cenário da dança contemporânea e da música popular brasileira, procurando sempre agregar conteúdos de outras linguagens artísticas em seus trabalhos.


ENCONTROS DE DOMINGO de JULHO – LIGA DA ALEGRIA
27 de Julho
Domingo – 9h
R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia) – passaporte Adulto+Criança: R$ 20,00
Neste domingo, 27 de Julho, o Espaço Xisto Bahia realizará mais uma edição do
projeto Encontros de Domingo. Desta vez, a alegria da criançada ficará por
conta do grupo Liga da Alegria, que trará muita música e rock in roll para os
pequenos. O tradicional café da manhã regional, contação de histórias e
brincadeiras tradicionais completam a programação.

A Liga da Alegria apresentará o espetáculo Aventura do Rock, promovendo uma
iniciação ao universo do gênero musical, utilizando cenas teatrais, números de
circo, surpresas, brincadeiras e muito mais.

 

Companhia Mote de Teatro apresenta ‘Ode à Loucura’ no Espaço Xisto Bahia

22 jul

53c3ef9b024ef3.83271075

Nesta sexta-feira, 18 de julho, a Companhia Mote de Teatro estreia o espetáculo “Ode à Loucura”. A apresentação começa às 20h, no Espaço Xisto Bahia, permanecendo em cartaz também aos sábados e domingos até 3 de agosto. Os ingressos custam de R$ 10 a R$ 20.

Assinada e dirigida por Lucas Passos de Morais, a peça é inspirado no conto “O Muro”, de Jean-Paul Sartre. A obra remonta ao último dia de exílio de presos políticos na véspera de serem executados pelo batalhão de fuzilamento.

Em “Ode à Loucura”, o elenco formado por Alberto Abreu, Diva Kardoso, Fernanda Cristall, Filipe Dias, Luana Vieira, Karla Koimbra, Marcos Sampaio e Yuri Rebouças vive um grupo de loucos reabilitados em seu último dia no manicômio.

SERVIÇO
QUANDO:
18/07 a 01/08
Sextas às 20:00
19/07 a 02/08
Sábados às 20:00
20/07 a 03/08
Domingos às 19:00
QUANTO: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
ONDE: Espaço Xisto

Calendário das Artes recebe indicações de membros para suas comissões

21 jul

Cidadãos residentes na Bahia podem contribuir com indicação de profissionais para compor as seis Comissões de Seleção da 2ª Chamada do Calendário das Artes 2014. Com o objetivo de intensificar a democratização deste processo seletivo, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), convida a sociedade para participar do procedimento de escolha daqueles que vão avaliar e selecionar as propostas inscritas no edital. Para tanto, basta acessar a página www.fundacaocultural.ba.gov.br/calendariodasartes e preencher o formulário digital disponibilizado, até o dia 10 de agosto.

É importante que os indicados tenham experiência comprovada na área artístico-cultural, para que sejam aptos a integrar estas Comissões. Ressalta-se ainda que, em cumprimento ao disposto na Lei Estadual 9433/2005, os membros das Comissões de Seleção e seus parentes de até 2º grau não poderão propor ou participar de projetos para o edital. As indicações recebidas serão analisadas pela Diretoria Geral da FUNCEB, que designará os membros para participar das referidas Comissões.

Sobre a 2ª Chamada do Calendário das Artes 2014 – Até 27 de agosto, estão abertas as inscrições da 2ª Chamada do Calendário das Artes 2014, mecanismo de incentivo a projetos artísticos e culturais de pequeno porte na Bahia, que objetiva estimular o desenvolvimento das artes no estado. O edital concede prêmios de até R$ 13 mil e abrange as áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas, com um aporte total de R$ 637 mil para apoiar no mínimo 49 projetos. Nesta 2ª Chamada do ano, o Calendário das Artes se volta a propostas que sejam iniciadas de 1º de dezembro de 2014 a 28 de fevereiro de 2015. São priorizadas as oriundas e/ou realizadas em benefício de populações com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural.

Com avaliação dos projetos feita de forma territorializada e com os inscritos de cada Macroterritório da Bahia concorrendo apenas entre si, o edital busca abarcar propostas de todas as regiões do estado em quantidade igualitária. As comissões de seleção são específicas para cada Macroterritório e formadas, além de membros do Estado, por representantes locais e de diferentes origens dentro do estado, escolhidos através de consulta pública e a entidades artísticas e culturais das diferentes regiões.

Lançado em 2012, o Calendário das Artes, somando as suas cinco Chamadas já realizadas, disponibilizou um total de R$ 3,016 milhões para a execução de 233 projetos, selecionados dentre um total de 4230 inscritos, e oriundos de 99 municípios, contemplando todos os 27 Territórios de Identidade do estado.

Calendário das Artes – 2ª Chamada de 2014

Indicação de membros para as comissões de seleção

Quando: Até 10 de agosto

Inscrições para o edital

Quando: Até 27 de agosto

Onde: inscrições via Correios, apenas por correspondência registrada ou serviço Sedex e com

Aviso de Recebimento (endereço de postagem descrito no edital)

Inscrições gratuitas

Site: www.fundacaocultural.ba.gov.br/calendariodasartes

Informações: 71 3324-8505 (14 às 18 horas) | calendario.artes@funceb.ba.gov.br

Realização: FUNCEB/ SecultBA

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.905 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: